ACESSO AOS CONTEÚDOS PRIVADOS

1Terá que ser nosso associado
2Faça login
3Pode aceder a  qualquer conteúdo

Se ainda tem problemas contacte os nossos serviços para geral [ @ ] atam.pt . Obrigado pela sua visita!

CRIAR CONTA

*

*

*

*

*

*

PERDEU A SUA PALAVRA-PASSE

*

ATAM quer travar saída de sócios

Diário de Aveiro

 

08-11-2018

ATAM quer travar saída de sócios

A Associação dos Trabalhadores da Administração Local (ATAM) aposta no crescimento de associados

O presidente da Assembleia Geral da Associação dos Trabalhadores da Administração Local (ATAM), Marcelo Caetano Delgado, alertou ontem para a “espiral negativa de redução de associados” por que
passa a organização.

Falando no final do 38.º Colóquio Nacional da ATAM, que decorreu em Aveiro, o dirigente mostrou-se  muito preocupado com a perda de associados, apesar de vir “fazendo o seu caminho independente disso, em defesa dos seus associados, de uma forma autêntica, sem ser excessivamente corporativa e sempre atenta a novas ideias e tentando manter um bom relacionamento institucional com quem directa ou indirectamente com ela se relacionam”. Esta forma de estar, continuou, “torna este projecto credível, importante na área do poder local e insubstituível no apoio formativo permanente dos trabalhadores das autarquia locais e em particular, aos seus associados”.

A ATAM não se desviará desta acção sem prejuízo das medidas que possam garantir a renovação do seu projecto na justa medida das novas exigências e desafios, “tornando o seu projecto mais atractivo
nas suas diversas dimensões”.

Assim, Marcelo Caetano Delgado está certo de que a associação alargará, “num futuro próximo, o número de associados”, pois “este desiderato deve constituir uma prioridade que deve ser por todos partilhada”.

“A perda de associados tem que ser rapidamente atacada”, sustentou, apontando algumas soluções, como “a suspensão imediata de algum sentimento de resignação da consciência colectiva da associação através de uma cultura de proximidade entre órgãos sociais e associados, delegados regionais, autarquias, etc., entre outras medidas estratégicas”.

“Todos seremos poucos para combater esta espiral negativa consubstanciada na redução de associados”, finalizou.

Como sucede no final de todos os colóquios, o presidente do município anfitrião é distinguido com o emblema da ATAM. E coube precisamente a Marcelo Caetano Delgado a tarefa de colocar o símbolo na lapela do presidente da Câmara Municipal de Aveiro, Ribau Esteves.

TOPO